Se você tem a sua vida financeira sob controle e consegue juntar dinheiro para investir e tem disciplina para isso, com certeza já ouviu falar sobre a B3, não é mesmo? Mas, você sabe exatamente o que é isso?

Bom, a B3 está em tudo que é noticiário e até mesmo nos conteúdos sobre investimentos espalhados pelos sites e nada mais é do que a bolsa de valores brasileira, ou seja, a plataforma em que são negociados ativos de renda variável no Brasil.

Então, se você tem curiosidade ou quer entender melhor sobre o assunto, preparamos este guia rápido para lhe explicar o que é, como funciona, quais são os investimentos e como negociar na B3. Vamos conferir?!

O que é a B3?

B3 é a sigla para Brasil, Bolsa e Balcão e significa a bolsa de valores brasileira. A B3 surgiu no mercado em 2017 após a Bolsa de Valores de São Paulo, a famosa Bovespa, ter se fundido com outras duas empresas: 1) Bolsa de Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&F); 2) Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos (Cetip).

Atualmente, a B3 conta com mais de 350 empresas em sua rede e é considerada a quinta maior bolsa de valores ao redor do mundo e vem ganhando cada vez mais destaque no mercado internacional.

Na prática, a B3 é a plataforma financeira responsável por negociar ativos variáveis no mercado, de curto a longo prazo, movimentando trilhões ao longo do ano.

Para que serve a B3?

De modo geral, a bolsa brasileira é conhecida por negociar, ou seja, comprar e vender ações. Contudo, saiba que sua linha de atuação é bem mais ampla.

Por meio da B3 é possível que o investidor tenha acesso a outros produtos financeiros, tais como liquidações, depósitos, registros e até mesmo aprovação de crédito.

Então, basicamente, na B3 você pode comprar e vender:

Quem pode investir na B3?

Uma das dúvidas recorrentes é sobre quem pode investir na B3 e saiba que qualquer pessoa pode, seja pessoa física ou jurídica.

Inclusive, não há um valor mínimo para investir em algum ativo negociado na bolsa de valores brasileira, basta que você respeite as regras do ativo em questão.

Qual é o horário de negociação da B3?

Quem deseja comprar ou vender ativos de renda variável na B3 deverá ter em mente que o horário de negociação vai das 10h às 18h.

Contudo, entre o horário das 9h45 às 10h, sempre acontece o leilão de pré-abertura, que é os minutos em que os investidores registram as ofertas que desejam negociar ao longo do dia.

Há taxas e tarifas para investir na B3??

O mercado de renda variável, por mais que o risco seja maior, a rentabilidade acompanha, ou seja, os lucros podem ser incríveis.

Isso pode ter um preço e nesse caso são as taxas cobradas pela corretora de valores escolhida por você para cuidar de seus investimentos.

De modo geral, existem os seguintes custos para quem opta por negociar na B3 via corretora de valores:

  • Imposto de Renda: alguns tipos de investimentos são tributados, ou seja, é preciso descontar a alíquota do Imposto de Renda
  • Taxa de corretagem: taxa que a corretora geralmente costuma cobrar de seus clientes, é como se fosse uma taxa de administração pelo serviço prestado em cada operação realizada

Conclusão

Então, esclareceu suas dúvidas e entendeu um pouco mais sobre a famosa bolsa de valores brasileira? Saiba que se você tem um perfil de investidor entre moderado e agressivo, com certeza pode tirar bom proveito dos ativos negociados na B3!