O brasileiro nunca teve tanto acesso ao crédito como nos dias de hoje, afinal, pode-se pedir um empréstimo online sem burocracia, tem opções de cartão de crédito para negativado, o crediário da loja aprova com mais facilidade, enfim. Mas, mesmo com tanta oferta, o consumidor não se preparou para ter uma boa saúde financeira.

Infelizmente as estatísticas não são nada favoráveis para as famílias brasileiras, pois segundo a última pesquisa do IBGE, 1 a cada 4 brasileiros estão endividados, ou seja, gastam mais do que ganham e possuem grandes contas em aberto para pagar…

Por isso, para lhe ajudar a entender como organizar as finanças, preparamos este guia rápido com dicas básicas para compreender seu orçamento e evitar as dívidas! Aproveite!

Afinal, o que é saúde financeira?

Antes de querer saber o que fazer para manter o nome limpo e as contas em dia, é preciso entender o conceito de saúde financeira… Basicamente, trata-se de ter suas finanças em dia, ou seja, saldo na conta pelo menos igual ao saldo devedor no mercado.

E pode parecer bobagem, mas mesmo com tanta informação disponível a poucos cliques, milhões de brasileiros não falam sobre dinheiro e consequentemente não tem controle de suas finanças.

Qual a importância de uma boa saúde financeira?

Quem vive no vermelho, tendo que pegar limite do cheque especial quase todos os meses, solicitar empréstimos para pagar as contas ou até mesmo parcelando tudo no cartão de crédito para ter uma folga nas finanças sabe o quão estressante é o descontrole financeiro.

Mas, nem é preciso ter problemas tão sérios para saber que quando as finanças não estão em dia tudo entra em “colapso”.

Acredite ou não, a falta de saúde financeira tem reflexos quase que imediatos na sua qualidade de vida, ou seja, aumenta o estresse e ansiedade, diminui a produtividade no trabalho, prejudica seus relacionamentos, enfim.

Por isso, cuide bem do seu dinheiro, para que ele seja sempre um aliado e não um pesadelo em sua vida.

Dicas de como ter uma boa saúde financeira

Confira a seguir quais são as dicas de ouro para começar a aplicar ainda hoje para melhorar a saúde das suas finanças, ou seja, sair da “UTI financeira” para um cenário de total controle!

1 – Identifique despesas desnecessárias

Entre os piores erros financeiros que temos no Brasil está a falta de controle sobre suas finanças, ou seja, não saber para onde está indo o dinheiro a cada mês.

Por isso, a dica é mapear todos os seus ganhos e gastos mensais e a partir daí eliminar as despesas supérfluas, como aquele serviço de streaming que você paga, mas não assiste, o delivery de todo final de semana, enfim.

Leia mais: 

Somente fazendo isso você já notará uma boa diferença no seu orçamento mensal, pois por mais que não sobre dinheiro em um primeiro momento, você não ficará tanto no vermelho.

2 – Dê fim às dívidas

As dívidas são um dos principais sintomas de uma péssima saúde financeira, pois mostram o descontrole sobre o seu dinheiro.

Sendo assim, para mudar esse cenário é preciso começar a pôr as contas em dia e pagar as dívidas em atraso, pois além de estresse elas sugam nosso dinheiro, já que são cobrados juros.

Como quitar as dívidas? Bom, você pode montar um plano para economizar e pagar as contas, pedir um empréstimo com menores juros, aproveitar os feirões de renegociação do Serasa Limpa Nome e etc.

3 – Entenda sobre finanças

Não há nenhum problema em admitir que você não sabe sobre determinado assunto, até mesmo porque ninguém sabe sobre tudo, concorda?

O que não dá é para ficar no “escuro” quando o assunto é dinheiro, pois quanto mais você entender sobre finanças, melhor a sua saúde financeira.

Por isso, leia e assista conteúdos sobre como economizar dinheiro, como quitar as dívidas, como montar uma reserva financeira, como usar o cartão de crédito da forma correta, como fugir das altas taxas de juros no dia-a-dia, enfim.

4 – Crie uma reserva de emergência

Quando chegar o momento de você ter dinheiro “sobrando” na conta, aí é metade do caminho rumo a uma vida financeira saudável e equilibrada.

Assim, a dica que damos é economizar, limpar o nome, pagar as contas e começar a criar uma reserva de emergência, para que em momentos de imprevistos financeiros não precise recorrer a soluções de crédito caras.

Então, tenha em mente que para aumentar a sua tranquilidade em relação ao futuro é preciso ter dinheiro guardado para emergências, como o carro que estragou, um caso de doença, desemprego e etc.

A dica nesse sentido é pensar em aplicações de baixo risco, como CDB’s e até mesmo deixar seu dinheiro parado na conta.

Isso porque há muitos bancos digitais, fintechs e corretoras que oferecem rendimento acima de 100% do CDI, o que faz seu dinheiro render mais que na poupança, com a mesma segurança.

Conclusão

Viu só como não há mistério para ter uma boa saúde financeira? São passos simples e que fazem toda a diferença no seu orçamento mensal!

Então, aproveite e comece a colocar essas dicas em prática o quanto antes, para dar adeus ao estresse financeiro!