Não importa a situação financeira, hora ou outra todos nós precisamos ter crédito aprovado no banco, seja para liberar um financiamento imobiliário, para acesso a um cartão de crédito ou até mesmo para aprovar um empréstimo em dinheiro. 

Nesses casos, a aprovação da linha de crédito é baseada no score bancário, que é uma pontuação de crédito específica das instituições bancárias. Por meio dela, o banco analisa se vale a pena ou não liberar produtos financeiros para você

O problema é que nem sempre essa logística fica clara para o consumidor, no qual muitas vezes tem o crédito negado sem entender o motivo. 

Além disso, ainda há muita confusão sobre o que é crédito aprovado, já que muitas pessoas confundem com crédito pré-aprovado, que é um limite de dinheiro simples e rápido, podendo ser sacado no caixa eletrônico mesmo, sem ter que pedir a liberação ao banco.

Então, para lhe ajudar a entender melhor sobre como funciona a liberação do banco e como aumentar suas chances de ter crédito aprovado, nós do Notícia Oficial preparamos este guia rápido e descomplicado! Vamos nessa?!

Entendendo as diferenças entre crédito aprovado e pré-aprovado

Como mencionamos acima, muitos brasileiros ainda fazem confusão sobre um tipo de crédito e o outro. Por isso, antes de querer saber como aumentar o score do Serasa para aprovar o crédito bancário, é necessário entender as diferenças entre cada um.

Basicamente, o crédito aprovado é um valor que você só pode usar após ser liberado pela instituição financeira, como, por exemplo, caso peça um empréstimo de dinheiro ou um cartão de crédito. 

Já o crédito pré-aprovado é um valor que o banco já liberou e está a sua disposição, não sendo necessário fazer uma solicitação, que é o caso do limite do cheque especial e até mesmo aqueles empréstimos pré-aprovados, se você já é cliente da instituição.

Mas, porque uma linha de crédito é autorizada pelo banco antes mesmo de você pedir e a outra precisa de uma aprovação?

Bom, quem tem o limite pré-aprovado, já foi avaliado pelo banco, ou seja, o seu perfil como cliente da instituição foi analisado e está ok.

Na prática, a instituição bancária viu que você se mostra um bom pagador e com condições financeiras satisfatórias para ter acesso a esse crédito.

Já aqueles para aqueles que precisam ter o crédito aprovado, as coisas são um pouco mais complexas…

Essa linha de crédito só é concedida após uma simulação e uma análise criteriosa sobre você como consumidor. 

Nesses casos, o banco precisa ver como está a sua vida financeira, isto é, se está com as contas em dia, o quanto da sua renda mensal está comprometida com outras linhas de crédito, se as parcelas contratadas irão caber no seu bolso, enfim.

Tudo isso porque os valores aprovados são diferentes e como é de se imaginar, quanto maior o crédito, mais rigorosa a análise

Por exemplo, enquanto no pré-aprovado do cheque especial você pegará R$300,00 emprestados do banco, no crédito aprovado em um financiamento pagará mais de R$100 mil.

É por isso que é necessário fazer todas as pesquisas para ver se você é um bom pagador, pois caso não consiga pagar tudo em dia, quem ficará no prejuízo será o banco.

Por fim, a dica é cuidar as ofertas de crédito pré-aprovado que chegam até você, para evitar de cair em golpes e fraudes.

Para evitar perder seu dinheiro com estelionatários, cheque a fonte e não forneça informações pessoais ou bancárias por telefone ou e-mail.

Dicas rápidas para ter seu crédito aprovado facilmente

Agora que você já entendeu o que é e como funciona o crédito aprovado, chegou o momento da leitura mais interessante!

É hora de conferir o que você pode fazer para aumentar as suas chances ao solicitar uma linha de crédito junto ao banco.

Para isso, separamos algumas dicas de como ter crédito aprovado, aproveite!

  1. Acabe com as suas dívidas antes de solicitar crédito: Os bancos fazem consultas em seu CPF antes de aprovar o valor e sendo assim, se você estiver com o nome sujo, é muito pouco provável que consiga algo;
  2. Mantenha seus dados sempre atualizados no banco: É importante deixar a instituição atualizada, seja com relação ao seu endereço, estado civil e alteração de nome, fonte de renda, enfim;
  3. Guarde documentos que comprovem a sua renda: quem quer crédito precisa comprovar que pode pagar e sendo assim, é fundamental ter documentos que comprovem seus rendimentos mensais, como contra cheques, contratos de trabalho, extratos bancários, emissão de notas fiscais, entre outros;
  4. Tenha uma boa pontuação de crédito: Score alto não é sinônimo de crédito aprovado, mas com certeza ajuda bastante na hora que o banco for analisar o seu perfil como consumidor. Por isso, o ideal é se manter entre 300 e 700 pontos, que é onde se tem um risco médio de inadimplência. Claro que quanto maior o score, mais chances de ser aprovado.

De todas essas dicas, você deve dar atenção especial à primeira e à quarta, pois é onde realmente irá fazer diferença para o banco.

Então, organize seu orçamento familiar e trace um planejamento para pôr fim às dívidas.

Depois, preocupe-se em manter suas finanças em dia e movimentando seu CPF, para que o banco entenda que você é um bom pagador.

Assim, será muito mais fácil conseguir a aprovação do crédito solicitado!