Usar o cartão de crédito já é um hábito comum entre os consumidores brasileiros, visto que segundo um levantamento da ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), esse meio de pagamento movimenta mais de 1 trilhão ao ano.

Além disso, os dados da ABECS também mostraram que o uso do cartão de crédito só perde para o dinheiro nas compras feitas em lojas físicas, pois nas compras online os cartões são os mais utilizados aqui no Brasil.

Mas, embora o cartão nos ofereça uma série de vantagens e benefícios exclusivos durante as compras, como parcelamento, cashback, descontos e até mesmo acúmulo de pontos para trocar por viagens e ofertas, é preciso saber usá-lo, para não se endividar.

Pensando nisso, preparamos este guia rápido com cinco dicas incríveis de como utilizar o cartão de crédito como aliado do seu bolso! Vamos conferir?!

1 – Cartão de crédito não é renda extra

Muitas pessoas ainda enxergam o cartão de crédito como uma extensão do próprio salário, ou seja, um recurso para dar conta das despesas do dia-a-dia. No entanto, esse é um grande engano, pois a tendência é que acabemos gastando mais do que podemos.

Assim, a surpresa vem na hora da fatura do cartão, onde descobrimos que não podemos pagar tudo e a solução é recorrer ao rotativo do cartão, que tem a maior taxa de juros do Brasil (mais de 300% ao ano).

2 – Menos cartões é sinal de mais dinheiro na conta

Outra ótima dica de como usar o cartão de crédito sem criar dívidas é reduzindo o número de opções na carteira.

Hoje em dia com tanta opção de cartões de crédito sem anuidade e centenas de benefícios exclusivos, a tentação de fazer vários ao mesmo tempo é grande, mas saiba que isso é uma cilada para suas finanças.

Por isso, a melhor dica nesse sentido é concentrar os seus gastos em até dois cartões de crédito, para não perder o controle financeiro.

Dessa forma, você diminui as chances de acumular muitos gastos em vários cartões, visto que cada um tem um limite diferente.

Além disso, ao ter menos opções disponíveis, você também ganha no sentido de acumular mais benefícios, como é o caso de quem junta pontos para trocar por milhas aéreas.

3 – Não crie o hábito de parcelar a fatura

Atualmente, a legislação brasileira diz que após um mês no crédito rotativo (pagamento mínimo da fatura mensal), o cliente pode optar pelo parcelamento da fatura.

O parcelamento é uma opção mais vantajosa que o rotativo no sentido de que os juros cobrados são menores.

No entanto, essa não é uma boa forma de usar o cartão de crédito, visto que você estará apenas adiando o problema para frente e não criando uma solução, pois será mais parcelas que comprometerão seu orçamento nos próximos meses.

Por isso, tenha em mente que todas as compras no cartão devem ser feitas de forma planejada, para que você não crie dívidas sem necessidade.

4 – Escolha cartões bons e sem anuidade

A anuidade é uma taxa cobrada em alguns cartões de crédito no mercado, semelhante a taxa de manutenção para quem tem conta em banco físico.

Mas, saiba que uma boa dica para diminuir os gastos no cartão é procurar por uma opção livre de anuidade.

Só para você ter uma ideia de quanto é alto este gasto no seu orçamento, o valor médio cobrado em anuidade de cartão aqui no Brasil para um cartão de crédito mais básico é de R$150,00, ou seja, um dinheiro a menos na sua conta, sem necessidade.

Por essa razão, para usar o cartão de crédito de forma sábia, comece pensando na escolha do mesmo.
Hoje em dia o que não faltam são excelentes cartões de crédito sem anuidade, como:

5 – Tenha uma reserva de emergência para eventuais imprevistos

Usar o cartão de crédito é muito bom, principalmente porque nos dá a falsa sensação de que temos dinheiro para gastar, visto que não é preciso comprar à vista, concorda?

Mas, saiba que para ele ser um aliado do seu bolso, é fundamental pensar em criar uma reserva de emergência.

A reserva financeira irá lhe ajudar a pagar a fatura caso algum imprevisto aconteça em seu orçamento, como no caso de perder o emprego e ficar sem renda para quitar as contas.

Além disso, tendo uma reserva de emergência, você terá dinheiro sobrando para momentos de sufoco no orçamento, sem precisar recorrer ao cartão, ou seja, sem ser necessário fazer gastos sem planejamento.

Portanto, essas foram as nossas dicas para usar o cartão de crédito com sabedoria, sem se endividar.
Se você seguir essas cinco dicas, pode ter certeza que as chances de tornar esse meio de pagamento um vilão em sua vida financeira serão bem baixas!