Você sabia que é possível fazer empréstimo no caixa eletrônico? É isso mesmo! Dá para pedir dinheiro emprestado sem precisar ir até a sua agência bancária ou enfrentar filas.

Esse tipo de empréstimo é muito vantajoso em vários aspectos, principalmente com relação à comodidade e praticidade que oferece, já que é uma das opções mais rápidas e simples para você ter o dinheiro que precisa.

No entanto, muitas pessoas não fazem a mínima ideia de que pegar um empréstimo nos caixas eletrônicos pode ser perigoso, pois muitas instituições se aproveitam da falta de conhecimento do cliente para cobrar juros abusivos.

Então, se você está precisando de dinheiro para resolver a sua vida financeira, tem conta em banco, confira a seguir mais detalhes sobre como fazer empréstimo no caixa eletrônico e quais são os seus direitos! Vamos nessa?!

Quem pode fazer empréstimo no caixa eletrônico?

Para poder solicitar um empréstimo em dinheiro através do caixa eletrônico é preciso basicamente que você tenha conta no banco em questão e que esse ofereça essa possibilidade de contratação de crédito facilitado.

Além disso, em alguns casos, dá para fazer também via cartão de crédito, visto que muitos cartões hoje em dia já oferecem essa modalidade de saque de dinheiro a partir do limite disponível no cartão de crédito.

Média de valor dos empréstimos nos caixas eletrônicos

De acordo com uma pesquisa realizada pela Proteste, a média de valores que podem ser contratados nos caixas eletrônicos varia entre R$4 mil e R$12 mil.

Fazer empréstimo no caixa eletrônico é bom?

Contratar um empréstimo pelo caixa eletrônico é muito simples e rápido e talvez essa seja a única vantagem dessa modalidade de crédito…

De acordo com a mesma pesquisa da Proteste citada acima, na maioria dos casos, os bancos enganam seus clientes, seja dando poucas informações sobre as condições de pagamento, omitindo ou até mesmo mentindo, principalmente com relação às taxas de juros.

Um bom exemplo disso é quanto à cobrança do CET (Custo Efetivo Total), que basicamente é o valor total que você pagará no empréstimo.

Em muitos casos, os bancos anunciam CET’s ilusórios, que não condizem com a realidade na prática, tudo para que o cliente acabe fechando negócio na hora, por impulso de achar que está contratando um empréstimo seguro e com baixas taxas de juros.

Além disso, o lado ruim de fazer um empréstimo no caixa eletrônico é que você não faz comparações, ou seja, não tem noção se está realmente recebendo uma boa oferta.

Nos empréstimos online, por exemplo, você consegue comparar várias opções de parcelamento, taxas de juros, dias para pagar a primeira parcela, enfim, podendo realmente escolher o que vai ser melhor para o seu bolso.

Leia mais: 5 ótimas opções de empréstimo para autônomos e negativados

Por isso, para valer a pena essa opção de empréstimo, é preciso que você esteja muito bem informado antes de contratar, ou seja, pesquise outras ofertas, compare taxas e se precisar tire dúvidas com seu gerente ou a administradora do seu cartão.

Como cancelar empréstimo feito no caixa eletrônico?

Embora seja muito cansativo cancelar esse tipo de empréstimo, saiba que sim, é um direito seu, chama-se direito de arrependimento, a mesma coisa que vale para as compras feitas pela internet.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC), você tem até sete dias para desistir de ter feito o negócio, mesmo que já tenha sacado o dinheiro. O prazo de 7 dias começa a contar a partir do dia de contratação do serviço no caixa eletrônico.

Por isso, se você fez o empréstimo no caixa eletrônico e se arrependeu, saiba que pode solicitar o cancelamento no seu banco ou na administradora do seu cartão. E, o melhor, sem cobrança nenhuma de juros, basta devolver a quantia exata que pegou emprestada.

Conclusão

Portanto, agora você já sabe mais sobre se fazer o empréstimo no caixa eletrônico vale a pena ou não, certo?!

Saiba que embora seja um tipo de dinheiro fácil e rápido de ser contratado, pode se transformar em um problema e tanto na sua vida financeira, visto que nem sempre as ofertas mencionadas aos clientes são verdadeiras.

Então, na dúvida, não caia em tentação, pesquise outras opções e sempre escolha aquela que melhor se encaixa em seu orçamento, pois caso contrário, os riscos de endividamento são grandes!