Se tem uma frase que escutamos com frequência ultimamente é: “Fui demitido, e agora o que fazer?”, não é mesmo? O desemprego no Brasil nunca esteve tanto em alta como nos últimos meses, são mais de 14% de brasileiros sem trabalho fixo e consequentemente, sem renda para viver e sobreviver…

E além de ficarmos abalados financeiramente quando perdemos o emprego (por causa das contas a pagar), também tem a questão do estresse que é se recolocar no mercado de trabalho.

Mas, nessas horas, ter calma é a melhor solução, visto que entrar em pânico só irá piorar a situação, afinal, sob pressão não tomamos as melhores decisões, concorda?

Então, se você foi demitido, neste guia daremos as melhores dicas para se organizar financeiramente e pessoalmente para encarar este momento, para voltar ao mercado o quanto antes! Vamos conferir?!

10 dicas para encarar o desemprego sem desespero

1 – Tenha calma

Fui demitido e agora? Bom, a primeira coisa a se fazer é tentar se acalmar, mesmo que o desespero de ficar sem dinheiro seja alto. É bem provável que você consiga um novo emprego antes do que imagina, além disso, surtar e entrar em pânico não vai colocar dinheiro na sua conta, certo?

Então, antes de tudo, acalme-se e mantenha o autocontrole, pois somente assim conseguirá pensar nas estratégias para se colocar no mercado de trabalho de novo.

2 – Tenha um papo sobre finanças com a sua família

Quando alguém da casa fica desempregado, todo o orçamento familiar é abalado, afinal, é uma renda a menos que vai entrar para pagar as contas.

Por isso, a segunda dica é “pôr os pingos nos is”, ou seja, conversem sobre o impacto dessa perda de dinheiro no orçamento e o que cada um pode fazer para reduzir gastos e economizar no dia-a-dia. O momento pede a colaboração de todos e isso inclui consumir o menos possível, seja na conta de luz, água, supermercado, compras em geral, presentes, enfim.

3 – Pense nos motivo que levaram você a perder o emprego

Tem aquele ditado de que há males que vem para o bem, não é mesmo? Bom, ser demitido pode ser a oportunidade perfeita para repensar sua carreira.

Porque será que você perdeu o emprego? Foi seu desempenho ou currículo que deixou a desejar?

Quem sabe você aproveita o tempo do seguro-desemprego ou enquanto está em busca de uma nova oportunidade para se profissionalizar e melhorar suas competências? Pense nisso!

4 – Identifique quais são seus pontos fracos

Todos nós temos ótimas habilidades e características únicas, mas também temos pontos a serem aprimorados. Sendo assim, antes de sair em busca de uma nova vaga de trabalho, que tal se conhecer mais como profissional e buscar melhorar o que falta em seu perfil?

Nesse sentido, cursos de reciclagem profissional são uma dica para melhorar habilidades técnicas e adquirir mais conhecimento.

Já com relação ao seu perfil comportamental, a sugestão é fazer uma autoanálise, para tentar se conhecer melhor e mudar suas atitudes, sempre visando o sucesso profissional.

5 – Redesenhe sua carreira

Hoje em dia, o mercado de trabalho nos exige cada vez mais, ou seja, ensino médio completo, cursos de capacitação profissional, cursos de idiomas e etc.

Quem está mais preparado, tem mais chances de conquistar melhores vagas e consequentemente ganhar mais dinheiro.

Então, se você foi demitido, é hora de avaliar se está em conformidade com o atual mercado de trabalho, isto é, pesquise quais são as novidades e exigências dentro da sua área de atuação.

6 – Mantenha seu currículo atualizado

O currículo, normalmente, é a porta de entrada para a vaga pretendida e por isso, se você foi demitido, é fundamental caprichar na apresentação do seu currículo.

A ideia é reciclar seu currículo conforme a demanda de trabalho atual exige, sempre focando em experiências profissionais anteriores e suas qualificações profissionais.

Inclusive, esse é o momento de usar a internet a seu favor, ou seja, faça cursos online gratuitos para incrementar seu currículo, se atualizar e voltar com tudo ao mercado.

7 – Procure novas vagas de trabalho todos os dias

Ser demitido é ruim, mas procurar emprego pode ser pior ainda, visto que é uma atividade estressante e que dá “trabalho”.

Por mais que você tenha direito e esteja recendo o seguro-desemprego, é essencial procurar por vagas todos os dias e isso requer empenho e paciência.

A dica é pesquisar oportunidades de trabalho em todos os canais, principalmente nos jornais, internet e redes sociais.

Além disso, jamais deixe de praticar o famoso “networking”, ou seja, mantenha contato com seus colegas e amigos, para ficar a par de novas vagas e até mesmo conseguir indicações.

Ah, uma boa dica também para quem foi demitido é ficar de olho nas grandes empresas, pois essas tendem a contratar muito mais profissionais, o tempo todo.

8 – Seja mais flexível

Se recolocar no mercado é uma missão e tanto… Todo mundo quer voltar a ter um bom emprego e de preferência ganhando mais do que no anterior, certo?

Bom, essa é a ideia, mas, saiba que o foco deve ser em uma vaga que se encaixe com seu perfil profissional e suas aspirações, isto é, não leve apenas o salário como critério para se candidatar a uma vaga, por exemplo.

Pode ser que no momento você não consiga uma oportunidade tão boa quanto o último emprego e é por isso que a dica é ser flexível, ou seja, fique aberto para novas oportunidades.

Saia da sua zona de conforto, esteja aberto a uma possível mudança de área, repense em um emprego com menores rendimentos, enfim, avalie as opções.

Além disso, estar sem emprego e sem renda fixa é assustador, pois as contas e boletos não vão deixar de ser cobrados só porque você foi demitido e por isso, mais vale um emprego mais longe de casa do que nada, concorda?

9 – Pense em abrir o próprio negócio

Fui demitido e agora? Bom, você pode aproveitar o desemprego para explorar o caminho do empreendedorismo, isto é, trabalhar como autônomo.

Avalie se você tem uma habilidade ou dom que deseja trabalhar e pense se vale a pena no momento, inclusive, essa opção pode ser ótima para conseguir uma renda extra enquanto não consegue algo fixo.

Cozinhe para fora, produza e venda artesanato, faça costura e pequenos consertos em peças de roupas, trabalhe como freelancer, enfim, as oportunidades para ganhar dinheiro em casa são muitas.

10 – Relaxe a mente

O processo de procurar um novo emprego pode ser exaustivo e ninguém vai lhe contratar se perceber que a sua mente não está legal.

Por isso, a dica é também relaxar, para manter o corpo e a mente saudável e para isso vale de tudo, seja praticar atividades físicas, yoga, meditação, enfim.

Conclusão

Prontinho, agora você já sabe o caminho a fazer caso tenha sido demitido! Por mais que o momento seja desesperador, é preciso foco, calma, organização e controle financeiro!

Se você conseguir isso, com certeza ficará mais fácil do que imagina procurar uma nova oportunidade no mercado e quando menos perceber já estará empregado novamente!