Você já se perguntou sobre o que são fundos imobiliários? Bom, estamos falando de um tipo de investimento muito comum entre os brasileiros, que nada mais é do que a aplicação de dinheiro de cotistas em imóveis de diversos segmentos e também em títulos e papéis com lastro em imóveis.

Os fundos imobiliários são um dos tipos de investimento que mais têm se destacado no mercado, atraindo um número cada vez maior de brasileiros. Inclusive, no ano passado, mesmo com a crise provocada pela pandemia, o número de investidores no Brasil quase dobrou e entre os principais ativos estão as aplicações imobiliárias.

Segundo dados da B3 (principal bolsa de valores do Brasil) de 2020, atualmente, são mais de 300 fundos listados na B3, com mais de 1,1 milhão de pessoas físicas investindo em fundos imobiliários ou imóveis aqui no país, o que é surpreendente, ainda mais em épocas de crise. 

Com o isolamento social, alguns tipos de fundo de investimento imobiliário foram gravemente impactados em 2020, principalmente os dos setores de shoppings e lajes corporativas (fundos focados em prédios de escritórios).

Mas, nada disso impediu o crescimento no número de investimentos em fundos e o motivo para isso é simples: o perfil de investidor do brasileiro é mais conservador e o fundo de investimento imobiliário proporciona bons retornos mensais, com baixo risco.

Além disso, o que faz o brasileiro procurar saber como investir em fundos imobiliários é que essa aplicação é isenta do pagamento de imposto de renda sobre os dividendos ganhos.

Assim, se para 2021 você busca um bom investimento, saiba que os fundos imobiliários continuam sendo uma ótima opção, especialmente para quem quer diversificar a carteira em tempos de juros baixos. Vamos conferir então algumas vantagens e cuidados a tomar na hora de comprar uma cota?!

Índice de conteúdo:

Benefícios de investir em fundos imobiliários
   Menor volatilidade
   Alto rendimento mensal
   Tributação
Cuidados a ter antes de investir em fundos imobiliários 
Como escolher um fundo de investimento imobiliário em 2021?

 

Benefícios de investir em fundos imobiliários

Para lhe provar que o fundo de investimento imobiliário é uma ótima oportunidade para o seu dinheiro, listamos a seguir algumas das vantagens desse tipo de aplicação! Aproveite!

  • Menor volatilidade

Um dos principais motivos que fazem os investidores quererem saber como comprar fundos imobiliários é justamente o menor histórico de volatilidade.

Os fundos em imóveis apresentam um menor sob e desce no valor das cotas, especialmente quando comparados aos investimentos em ações, por exemplo.

Ao analisar o histórico dos últimos anos, o Ifix (índice que avalia o desempenho dos principais fundos imobiliários negociados na bolsa) apresentou 1/3 do sob e desce das ações do Ibovespa.

Outra questão é que como a volatilidade costuma ser menor, é mais fácil saber a hora de vender ou resgatar uma parte do valor investido.

  • Alto rendimento mensal

Quem se interessa em saber sobre os fundos imobiliários rendimentos, está vendo uma das vantagens dessa aplicação.

Com exceção de casos raros, os dividendos mensais do fundo de investimento imobiliário são bem atrativos.  Em muitos casos, o rendimento supera os ganhos do CDI e da inflação.

Essa é uma ótima notícia, considerando que a maioria dos investimentos em renda fixa perdeu para a inflação no ano passado.

O Ifix, atualmente, está em cerca de 7,5%. Assim, um investidor que aplicou R$100.000,00, ao final de 12 meses, recebeu aproximadamente R$7.500,00, por exemplo.

Cabe destacar que os dividendos são promissores para 2021, considerando que o valor dos aluguéis ficou mais caro, ou seja, o mercado imobiliário está valorizado.

Além disso, como há pagamentos mensais dos dividendos de fundos imobiliários, podemos considerar esse investimento como sendo tanto de renda fixa quanto variável.

  • Tributação

Muitas pessoas se questionam sobre se o fundo de investimento imobiliário paga imposto de renda, mas saiba que não e essa é outra vantagem.

Os dividendos mensais pagos aos cotistas são isentos de tributos, ou seja, o investidor não paga imposto de renda sobre os rendimentos.

Isso porque o investidor lucra a partir dos ganhos gerados nos aluguéis de imóveis de sua aplicação, o que é diferente de apenas alugar um imóvel.

Cuidados a ter antes de investir em fundos imobiliários 

Bom, agora que você já tem uma melhor noção sobre os fundos imobiliários como funciona e as vantagens, chegou a hora de saber mais sobre os cuidados a tomar. 

Mas, primeiramente, é preciso mencionar que estamos falando de um investimento de renda variável e por isso, sempre há a possibilidade de ganhos e perdas.

As perdas ocorrem principalmente se você precisa fazer um resgate quando o valor das cotas está em queda.

Outro ponto importante que você deve saber é que os fundos imobiliários não são um bom investimento para quem deseja colocar sua reserva de emergência

 Além disso, não é indicado investir em fundos imobiliários B3 se você tem objetivo de criar uma reserva de valor, ou seja, se está aplicando com a intenção de comprar um imóvel no futuro.

Um cuidado que se deve ter nesse sentido é buscar sempre manter suas cotas aplicadas por, pelo menos, três anos. 

Esse período de investimento é o ideal para aumentar os seus rendimentos, tendo assim retornos melhores.

Ah e nunca aplique todo o seu dinheiro em um único fundo de investimento imobiliário, pois a ideia é diversificar a sua carteira de ativos.

De modo geral, pode-se começar a investir em imóveis a partir de R$100,00, mas saiba que é possível encontrar cotas a venda em valores de R$15,00.

Contudo, a dica nesse sentido é criar uma conta em uma corretora de valores, pois essa lhe dará todo o suporte para investir bem e com segurança.

Outro ponto que gera dúvidas é como escolher um fundo de investimento imobiliário, já que existem mais de 300 opções de fundos negociados na bolsa. 

Bom, da mesma forma que acontece no mercado de ações, há fundos com desempenhos muito melhores que outros.

Assim, para investir seu dinheiro em fundos imobiliários mais rentáveis, tenha em mente que será preciso entender sobre o assunto e pesquisar bastante o mercado.

Para isso, analise quem está por traz da gestão do fundo, estudar o histórico e os ativos que fazem parte do portfolio do fundo de investimento imobiliário e também o que os gestores estão planejando comprar no futuro.

É fundamental ficar de olho onde estão os imóveis do seu fundo, pois isso que definirá a facilidade de ter inquilinos e garantir rendimentos mensais.

Além disso, cuide para ver quantos imóveis têm no fundo, visto que quanto maior a lista, maiores as chances de ter os rendimentos mensais garantidos. 

Existem fundos imobiliários que têm apenas um imóvel e se ele ficar vago, automaticamente, o aluguel deixa de ser pago e você não terá rendimentos. 

Hoje em dia existem diversas plataformas que as próprias corretoras oferecem, para que você possa comparar o ranking dos fundos imobiliários do mercado.

Mas, embora o seu primeiro instinto seja ver se os dividendos são lucrativos, saiba que esse não pode ser o seu único critério.

Dividendos altos são explicados por:

  • Quebra de contrato antes do tempo, acarretando em uma multa que foi dividida entre os cotistas;
  • O fundo fez uma reserva de caixa, proveniente dos recursos recebidos de aluguéis e está distribuindo um pouco mais, mas não é permanente;

Por isso, é importante entender esses “pormenores” dos fundos imobiliários, para que saiba exatamente quais são os riscos atrelados ao investimento.

Como escolher um fundo de investimento imobiliário em 2021?

Então, sabendo de tudo isso, é hora de escolher o melhor fundo para aplicar seu dinheiro, concorda?

Bom, os entre os melhores fundos imobiliários 2020, o grande destaque (em termos de rentabilidade) foram os fundos de recebíveis, aqueles que investem em títulos com lastro em imóveis.

Outra ótima sugestão é apostar nos fundos do setor logístico, aqueles que investem em galpões para empresas.

Esse tipo de fundo continuará brilhando em 2021, especialmente porque ainda estaremos sobre o impacto da pandemia.

O motivo é simples: o varejo online tende a crescer exponencialmente este ano e com isso, muitas empresas precisarão alugar esses espaços.

Se você quiser arriscar um pouco mais, a dica é investir em fundos imobiliários do setor de shoppings e lajes corporativas, pois o retorno tende a ser maior em curto e médio prazo.

Portanto, chegamos ao fim do nosso guia sobre fundos imobiliários! Esperamos ter lhe ajudado a perceber o quão vantajoso é esse investimento.

Além disso, com as dicas mencionadas aqui, você está mais do que preparado para investir seu dinheiro com segurança e nos fundos imobiliários mais rentáveis!