Na atual crise financeira no Brasil e no mundo, fazer investimentos é uma missão e tanto. As aplicações em renda fixa estão rendendo pouco por causa da Selic em baixa e os de renda variável estão muito voláteis, trazendo riscos à sua carteira…

Assim, os investidores brasileiros cada dia mais se questionam sobre onde investir seu dinheiro, uma vez que onde se tem segurança não se tem boa rentabilidade e vice-versa. Com isso, principalmente para os iniciantes no mundo financeiro, as dúvidas e incertezas são constantes.

Mas, então, o que fazer? Deixar de investir por não saber onde aplicar seu capital? Buscar a maior rentabilidade e aceitar os riscos dos altos e baixos da compra e venda de ações e fundos imobiliários? Manter todo o seu capital em renda fixa por medo de perder dinheiro? Bom, nenhuma dessas respostas é a correta, afinal, temos um meio termo. Isso significa que você precisa aprender a fazer escolhas assertivas no momento certo quando o assunto é investimento. E, para isso, mostraremos a seguir como identificar a hora de buscar uma oportunidade mais vantajosa para aplicar seu dinheiro! Vamos lá?!

Avalie o motivo de querer rever seus investimentos

Saber como montar uma carteira de investimentos não é uma tarefa simples, requer principalmente conhecimento e experiência. Entretanto, quando você começa a entender como funciona o mundo financeiro, tudo se torna mais simples e prático. Um bom exemplo disso são os investidores que questionam frequentemente os objetivos de seus investimentos, isto é, o que se pretende realizar, qual o tempo de vencimento será necessário, quanto terá que render e claro, se os resultados estão sendo satisfatórios para conquistar a meta desejada.

Então, antes de qualquer coisa pergunte-se:

  • Por qual motivo estou investindo meu dinheiro?
  • Estou tendo o sucesso que preciso para aumentar meu capital no tempo que tenho?
  • Os ativos que estou investindo, são suficientes para conquistar minhas metas?

Somente respondendo a essas três questões, logo de cara você terá noção se está no caminho certo ou não.

Por exemplo, se o seu objetivo é investir por, no máximo, seis meses, então saiba que os investimentos em renda variável não são recomendados.

Isso porque as aplicações em renda variável costumam apresentar mais oscilações que a renda fixa e, nesse curto prazo, você não terá garantias de que conseguirá acumular o valor que precisa para realizar seu objetivo. 

Por isso, procure avaliar constantemente o motivo pelo qual está fazendo investimentos e se não estiver conseguindo alcançar suas metas, é hora de repensar!

Pense sobre a liquidez de suas aplicações

Para saber como montar uma carteira de investimentos rentável é necessário avaliar a liquidez da aplicação, isto é, a rapidez com que você conseguirá transformar seu ativo em dinheiro. 

Resumidamente, podemos dizer que a liquidez é o prazo que seu dinheiro ficará aplicado para render o montante esperado, através dos juros compostos. 

Normalmente, a liquidez deve ser avaliada antes de investir, pois é preciso saber se no prazo estimado você terá a quantia que precisa.

Por exemplo, se você traçou uma meta de dois anos e o investimento em renda fixa tem um prazo de vencimentos de três anos, de nada adiantará, concorda?

Então, avalie esse fator antes de começar o investimento, para que não se frustre no futuro com relação ao seu dinheiro não estar disponível. 

Inclusive, se você retirar a quantia antes da data de vencimento, é bem provável que tenha um rendimento bem abaixo do esperado.

Via regra geral, quanto menos tempo deixar sua grana aplicada, menos lucro terá, ou seja, o rendimento está diretamente associado à liquidez.

No entanto, como a intenção dos investimentos é fazer seu dinheiro trabalhar por você para conquistar seu objetivo inicial, se for preciso retirar a quantia antes do prazo de vencimento, saiba que essa é uma opção. 

Às vezes é melhor tirar o dinheiro de certa aplicação (mesmo tendo um rendimento menor) e aproveitá-lo em outro investimento que está rendendo mais, do que continuar em uma aplicação onde está perdendo dinheiro para a inflação, por exemplo.

Investimentos em renda fixa

A renda fixa é uma das melhores opções de investimento considerando seu  custo-benefício. 

Geralmente, esse tipo de investimento tem todas as características que um investidor precisa:

  • É útil para quem quer investir em curto prazo;
  • Muitas aplicações oferecem a oportunidade de liquidez diária ou em pouco tempo;
  • O rendimento, por mais que não seja o maior, é constante e previsível.

Entretanto, muitos investidores ainda acabam levando em conta apenas a rentabilidade na hora de investir e é justamente aí que mora o perigo…

Por mais que os investimentos em renda fixa multipliquem seu dinheiro baseados em uma taxa de juros menor (normalmente, a Selic é quem manda), ainda assim é uma opção segura. 

Com isso, você tem uma noção geral sobre o quanto terá acumulado ao final da aplicação e sem correr riscos, ao contrário da renda variável.

Nos investimentos de renda variável as chances de perder dinheiro são maiores, assim como a rentabilidade não é previsível, pois o mercado oscila muito, em questão de horas.

Então, a dica dos especialistas é saber como montar uma carteira de investimentos diversificada, ou seja, composta tanto por renda fixa quanto variável.

O ideal é ter investimentos atrelados à taxa básica de juros (Selic) ou ao CDI e também com rendimentos associados ao Ibovespa, dólar e fundos.

Com relação à proporção de quanto investir em renda fixa e variável, isso dependerá muito dos seus objetivos e de seu perfil como investidor.

Basicamente, temos o seguinte equilíbrio:

  • Investidor conservador: cerca de 95% do seu capital em renda fixa e 5% em renda variável;
  • Investidor moderado: aproximadamente 80% em renda fixa e 20% em investimentos em renda variável;
  • Investidor arrojado: cerca de 60% em aplicações em renda fixa e 40% em renda variável.

Opções de aplicações para quem quer investir em longo prazo

Se você viu que seu dinheiro não está rendendo o esperado e que no prazo definido não conseguirá ter o montante desejado, então é preciso repensar outros tipos de aplicações.

Uma boa alternativa é apostar nos ativos de longo prazo, mesmo que isso signifique se expor mais e encarar um pouco mais de risco.

Nesse sentido, os investimentos na bolsa de valores são perfeitos, uma vez que mesmo oscilando muito no curto prazo, com o passar do tempo se mostram bastante lucrativos. 

É normal ter vontade de trocar de aplicação quando a economia está passando por momentos de grande volatilidade, como o que estamos vivendo agora, afinal, a ideia é aproveitar uma grande oportunidade de multiplicar seu capital, não é mesmo?

Contudo, saiba que esse tipo de pensamento pode acabar atrapalhando muito a sua vida financeira…

Isso porque essa instabilidade e vontade de estar sempre procurando um investimento melhor, faz com que você não consiga ter e nem manter uma estratégia clara para seu dinheiro.

Na prática isso significa que antes mesmo do seu dinheiro render, você já terá trocado de investimento. 

Equilibre novamente seus investimentos

Não tem problema nenhum reconsiderar seus investimentos, inclusive, um investidor de sucesso sempre se preocupa com isso.

Entretanto, isso só deve acontecer quando o ativo escolhido não estiver mais dando os resultados esperados, isto é, não esteja rendendo o suficiente para alcançar seu objetivo.

Por exemplo, se inicialmente a sua meta era investir para conseguir trocar de carro em pouco tempo, mas no meio do caminho decidiu que o melhor era adquirir a casa própria…

Nesse caso, é bem provável que a carteira de ativos escolhida não sirva mais, considerando que o montante a ser juntado e o tempo de aplicação são totalmente diferentes. 

Assim, esse é um bom exemplo de situação em que é preciso mudar a carteira de investimentos.

Mas, isso não significa que você deve ficar mudando e testando aplicações novas a cada seis meses, por exemplo, com a intenção de achar a “mina de ouro” em pouco tempo.

O segredo de como fazer investimentos é procurar o melhor ativo para o seu alvo e não somente para encher a sua carteira!