Aqui no Brasil, muitas pessoas ainda ficam na dúvida sobre se é mais vantajoso investir em fundos imobiliários ou em imóveis. Mas, saiba que essa não é uma questão simples de ser respondida, considerando que muitos fatores influenciam o mercado imobiliário.

Nesse sentido, é preciso sempre considerar três fatores básicos: forma de propriedade, liquidez e tributação. Esses três irão determinar a rentabilidade do investimento, que é um dos pontos mais importantes na hora de escolher onde investir seu dinheiro, certo?

Além disso, você deve considerar quais são seus objetivos em curto e longo prazo.

Então, qual a melhor oportunidade para investir? Fundos imobiliários ou imóveis? É isso que mostraremos a você neste conteúdo exclusivo! Confira!

Índice de conteúdo:

Entendendo a diferença entre investimento em Fundos Imobiliários e imóveis
Avaliando a rentabilidade desses dois investimentos
Afinal, qual é o melhor?

Entendendo a diferença entre investir em Fundos Imobiliários e imóveis

Antes de pensarmos sobre rentabilidade, é necessário esclarecer o que são fundos imobiliários e a compra de imóveis.

Para os investidores iniciantes, pode parecer o mesmo tipo de investimento, mas saiba que não.

Então, o que é fundos imobiliários? É um investimento coletivo em ativos imobiliários. 

Assim, através de cotas vendidas aos investidores, a instituição financeira responsável pela administração investe na compra e venda de empreendimentos imobiliários, como shoppings, edifícios comerciais, agências bancárias, títulos ou recebíveis e etc.

Já no caso da compra de imóveis, é comum adquirir casas e apartamentos, com o intuito de vender a um maior preço ou até mesmo alugar, tendo uma renda passiva.

Dessa forma, por mais que ambos sejam investimentos do mercado imobiliário, um imóvel é um bem real, ao passo que um fundo é um produto financeiro.

Essa inclusive é a principal diferença entre esses dois investimentos, pois a negociação dos fundos imobiliários se dá através de cotas da bolsa de valores.

Além disso, outro ponto que distingue um do outro é o capital inicial investido. 

Um fundo de investimento imobiliário sai mais em conta, visto que a compra das cotas é bem menor (há cotas com investimento de R$100,00 por exemplo), quando comparada a compra de um imóvel.

Outro aspecto que mostra a diferença entre esses dois investimentos é com relação a liquidez.

É bem mais rápido e fácil vender suas cotas de fundo imobiliário do que um imóvel, especialmente na atual crise do mercado imobiliário.

Entendendo essas diferenças, é hora de saber como analisar fundos imobiliários e imóveis em questão de rentabilidade. Vamos lá?!

Avaliando a rentabilidade desses dois investimentos

De modo geral, ao avaliar a compra de imóveis e fundos imobiliários rendimentos devemos considerar a rentabilidade em longo prazo.

Vamos imaginar que você comprou um apartamento e irá alugá-lo. Geralmente, o retorno financeiro fica em torno de 0,3% a 0,5% do valor total do imóvel.

Já no caso das cotas dos fundos imobiliários, normalmente, essas rendem entre 0,75% e 1%.

Além disso, você deve considerar o fato de que a desvalorização de um imóvel é muito mais provável de acontecer do que as cotas da bolsa de valores. 

Então, resumidamente, podemos dizer que saber como comprar fundos imobiliários é mais vantajoso no sentido de renda gerada. 

Afinal, qual é o melhor?

Já vimos que os fundos imobiliários são mais rentáveis, mas quais são os outros fatores a considerar na hora de fazer sua escolha?

Será que é mais vantajoso ser dono de um imóvel ou ter apenas uma aplicação em um fundo de investimento imobiliário?

Bom, para decidir entre investir em fundos imobiliários ou comprar um imóvel, é necessário avaliar o seu perfil de investidor. 

Se você quer aplicar o seu dinheiro no setor, mas tem pouco dinheiro, os FII’s costumam ser opções mais vantajosas. 

Com o valor de um único apartamento pequeno, você pode diversificar em 4 ou 5 bons fundos e ter uma excelente rentabilidade mensal. Sem contar na liquidez e tranquilidade. 

Contudo, se você tem um capital para comprar a vista um imóvel para investimento (não para moradia) e não quer correr riscos ao investir no mercado financeiro, então essa talvez seja sua melhor opção.

Portanto, se você é um pequeno investidor, sem dúvida alguma, os fundos imobiliários baratos são sua melhor oportunidade de ganhar dinheiro nesta área.

Isso porque são investimentos mais estáveis (embora as cotas imobiliárias possam desvalorizar, é menos comum do que no mercado de compra e venda de imóveis) e com uma burocracia menor.

Além do mais, os fundos imobiliários B3 apresentam praticamente todas as vantagens da compra de imóveis (como, por exemplo, valorização do patrimônio e renda periódica), mas com menores desvantagens.