O famoso PIX completou no dia 16 de maio seis meses de funcionamento aqui no Brasil e desde seu lançamento vem registrando números inacreditáveis. Inclusive, em pouco tempo, já se tornou a forma de pagamento preferida dos brasileiros.

Esse sistema de pagamentos instantâneos trouxe muito mais praticidade e economia aos consumidores, visto que podemos transferir dinheiro no mesmo minuto e sem taxas, diferentemente do que acontecia nas TED’s e DOC’s.

Mas, além disso, o PIX pagamento proporcionou aos brasileiros mais rapidez, disponibilidade e facilidade na hora de realizar transferências financeiras, seja para pagar contas, comprar ou enviar dinheiro para alguém.

Por esses e outros motivos que podemos afirmar com 100% de certeza que o mercado financeiro nunca mais será o mesmo!

E para lhe provar isto, nós do Portal Finança preparamos este conteúdo exclusivo, com seis perrengues que não precisamos mais passar depois que o PIX entrou em nossas vidas. Vamos conferir?!

1 – Pagar tarifas altas para movimentar nosso próprio dinheiro

Se tem uma coisa que irrita qualquer pessoa é ter que pagar para poder lidar o próprio dinheiro, não é mesmo?

Antes do sistema de pagamento instantâneo oferecido pelo PIX, era frustrante a realidade de milhares de brasileiros, justamente devido às altas taxas cobradas pelo TED e DOC, toda vez que precisavam transferir dinheiro para outra conta.

Alguns bancos oferecem TED gratuita para as transferências para o mesmo banco.

Mas, quando é para transferir dinheiro do banco X para o banco Y, a realidade é que muitos ainda precisam pagar uma taxa.

Por isso, saber como transferir pelo PIX é libertador e claro, muito mais econômico para nosso bolso.

Isso porque com a implementação desse sistema, quem é pessoa física não precisa mais pagar nada para transferir dinheiro ou pagar alguém, independentemente do banco que a chave PIX está cadastrada.

Já para quem é pessoa jurídica, as tarifas são bem menores do que as praticadas por outros meios de transferência e pagamento.

2 – Não conseguir transferir dinheiro para outro banco fora do horário comercial ou aos finais de semana

Se você tentou fazer uma TED ou DOC durante o final de semana ou após as 18h sabe como é frustrante ter que esperar para movimentar nosso próprio dinheiro, não é mesmo?

Mas, desde a chegada do PIX no mercado brasileiro isso mudou e para melhor!

Agora é possível enviar e receber transferências e pagamentos 24h por dia e em qualquer data da semana (inclusive nos feriados).

3 – Necessitar de diversas informações pessoais e bancárias para poder fazer uma transferência

Antes do PIX entrar em ação, para transferir dinheiro para outra pessoa era necessário uma série de informações, como:

  • Número da agência e conta bancária
  • Nome do favorecido
  • CPF do favorecido
  • Número do banco
  • Entre outros.

Contudo, agora saber como pagar pelo PIX ou transferir dinheiro ficou muito mais fácil e rápido.

Basta que você saiba a chave da outra pessoa e pronto, é só pagar ou transferir que o dinheiro cai na conta no mesmo instante.

4 – Perder dinheiro durante uma venda porque seu cliente não tinha troco na carteira

Quem trabalha com vendas sabe que conseguir troco nem sempre é fácil, não é mesmo?

Por isso, se você trabalha por conta própria ou tem o próprio negócio sabe do que estamos falando.

Mas, isso é passado, pois com o PIX pagamento a vida dos empreendedores brasileiros está muito melhor.

Justamente porque essa é mais uma alternativa a oferecer para os clientes durante o pagamento do produto ou serviço.

E o melhor, é um método de pagamento moderno, prático, sem custos, considerando que não é preciso ter cartão de crédito para pagar e grande parte das pessoas hoje movimenta seu dinheiro através de aplicativos.

5 – Ter que esperar o boleto ser compensado em até três dias

Uma das maiores facilidades que o PIX nos trouxe é com relação à rapidez com que os pagamentos e transferências são feitos.

Assim, não é mais necessário esperar para receber ou ter o dinheiro transferido depositado na conta.

Isso porque através do PIX não precisamos mais aguardar a compensação do boleto bancário.

É só fazer a transferência do dinheiro para a conta da outra pessoa e pronto, tudo resolvido!

6 – Precisar sacar dinheiro e não ter caixa eletrônico perto

Não ter um caixa eletrônico perto quando precisamos sacar dinheiro ainda continua sendo um problema para os brasileiros…

Mas, a ótima notícia é que com a implementação do PIX esse tipo de situação diminua, já que precisaremos cada vez menos do dinheiro físico.

Hoje em dia conseguimos fazer praticamente tudo com o nosso dinheiro online, através das carteiras digitais, como o PicPay, e os aplicativos de internet banking.

Além disso, está previsto para o segundo semestre de 2021 duas novas funções: PIX saque e PIX troco.

Resumidamente, o PIX saque possibilitará que o usuário saque dinheiro tanto nos caixas eletrônicos quanto em estabelecimentos comerciais credenciados, através de QR Code ou pela função PIX Copia e Cola.

Já o PIX troco funcionará em empresas e estabelecimentos comerciais, onde o cliente poderá realizar pagar a compra ou a prestação do serviço com um valor maior do que o cobrado na empresa via PIX e receber o seu troco em dinheiro.

Conclusão

Portanto, não dá para negar que o PIX é seguro, confiável e que veio para facilitar a nossa vida, não é mesmo?

Agora, pagar ou transferir dinheiro ficou muito mais ágil, fácil e barato, tudo isso graças ao pagamento instantâneo lançado pelo PIX!

Então, use e abuse desse método de pagamento que veio para agregar muitos benefícios em nossa conta bancária!