Depois da reforma da previdência social, investir em um plano de previdência privada é praticamente questão de necessidade para garantir um futuro mais tranquilo. Mas, entre PGBL ou VGBL, você sabe qual escolher?

Bom, essa é uma das maiores dúvidas dos brasileiros que começam a pensar nos planos de aposentadoria privada e, na maioria dos casos, por falta de informação, acabam desistindo, o que é péssimo para o seu futuro.

Por isso, preparamos este guia rápido para te mostrar o que é e como funcionam essas duas modalidades de previdência privada, para que possa escolher a melhor para você! Vamos conferir?!

O que é previdência privada?

Previdência significa uma reserva financeira que se faz no presente para garantir um futuro financeiro confortável. No Brasil temos dois tipos de previdência:

  • Previdência social: trata-se da famosa contribuição mensal que a maioria dos trabalhadores brasileiros fazem ao INSS, para que garantam alguns benefícios previdenciários e a sua aposentadoria no futuro
  • Previdência privada: é uma previdência alternativa à do INSS, onde se faz um investimento em longo prazo para garantir estabilidade financeira ao se aposentar

Como funciona a previdência privada?

Basicamente, a previdência privada é dividida em duas etapas:

  • Etapa da acumulação: fase em que você começa a investir seu dinheiro todos os meses para usufruir dos ganhos no futuro. A grande maioria dos investidores de previdência privada aplica em média 10% de seu salário por mês
  • Etapa do benefício: é a fase em que não é mais preciso investir e sim desfrutar dos ganhos acumulados ao longo dos anos. O investidor pode optar por sacar toda a quantia de uma única vez ou receber uma “mesada” mensal por determinado período

Planos da Previdência Privada

Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL)

O PGBL talvez a maneira mais comum de investimento em previdência privada aqui no Brasil, onde basicamente são feitos depósitos todos os meses, que podem ser abatidos na declaração do Imposto de Renda anual.

Esse é um detalhe muito importante na hora de escolher o melhor plano de previdência privada para você, pois é necessário considerar se você faz sua declaração no modelo completo ou simplificado.

Os brasileiros que declaram no modelo completo e escolhem a previdência PGBL, conseguem uma dedução de até 12% do total da renda bruta no IR.

Na renda bruta estão inclusos valores vindos de aluguel, pensões ou salários recebidos ao longo do ano tributável.

Por exemplo, se você ganha cerca de R$200 mil de renda bruta no ano. Ao escolher pela previdência PGBL, é possível conseguir um desconto de R$24 mil ao ano.

Contudo, há duas exigências mínimas para aproveitar da vantagem fiscal do PGBL:

  1. Você precisa fazer a declaração do Imposto de Renda no modelo completo
  2. É necessário fazer contribuições regulares para o INSS

Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL)

O plano de previdência privada VGBL é exclusivo apenas para as pessoas que declaram o IR no modelo simplificado.

Assim, ao fazer o resgate do valor é cobrada a alíquota do IR e essa incide apenas sobre os rendimentos acumulados durante o tempo da aplicação, ou seja, só é tributado o que rendeu no seu investimento.

Por exemplo, se você conseguiu investir R$20 mil em um ano e teve um rendimento de R$400, a alíquota do imposto será somente sobre os R$400.

Previdência privada: PGBL ou VGBL?

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre o que é e como funciona a previdência privada, deve estar se perguntando sobre qual é o melhor plano, não é mesmo?

Bom, a grande diferença entre as duas modalidades de investimento é que no plano VGBL você será tributado sobre todo o rendimento gerado, enquanto que no plano PGBL a tributação será sobre a quantia total resgatada ou sobre a quantia recebida em forma de renda.

A dica dos especialistas é sempre optar pelo plano de previdência privada conforme o seu modelo de declaração do imposto de renda.

Se você declara no modelo simplificado, o ideal é escolher o plano VGBL, ao passo que se declara no modelo completo, é melhor optar pelo plano PGBL.

Conclusão

Entender mais sobre a previdência privada é fundamental para garantir uma aposentadoria mais tranquila, tanto no sentido financeiro quanto nos demais.

Nessa fase da vida a tendência é aumentar os gastos com saúde e diminuir a renda, ou seja, é preciso garantir uma boa reserva financeira.

Então, não deixe para amanhã o futuro que você precisa garantir hoje! Pense mais sobre as diferenças nos planos de previdência privada e comece o quanto antes a investir seu dinheiro!