Quem é investidor e prefere os investimentos em renda fixa, com certeza já se perguntou sobre quanto rende um CDB, não é mesmo?

E essa dúvida tem aumentado ainda mais nos últimos meses, visto que esse é um dos investimentos mais promissores do momento.

O motivo é simples: nos últimos meses, muitos bancos passaram a oferecer CDB’s com um retorno de 200% do CDI, um índice que acompanha a famosa Taxa Selic, que está em alta.

Por isso, se você está procurando um investimento seguro e rentável e vê no CDB a opção perfeita, continue conosco que vamos te mostrar quanto essa aplicação está rendendo e se vale a pena investir seu dinheiro!

O que é CDB e como funciona?

O CDB (Certificados de Depósito Bancário) é um ativo de renda fixa, no qual basicamente funciona como um empréstimo do seu dinheiro para um banco.

Pelo empréstimo, o investidor é “recompensado”, ou seja, recebe uma taxa de rentabilidade pré-definida no momento da compra do título.

Com relação ao empréstimo, o valor é usado pelas instituições bancárias para financiar seus projetos e atividades, tanto para crescer no mercado quanto para pagar possíveis dívidas.

Mas, não precisa se preocupar, pois o CDB é um investimento confiável e seguro, pois mesmo que o banco decrete falência (muito raro), o seu dinheiro é garantido pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), ou seja, você não sai perdendo.

Rentabilidade dos CDB’s

Ao comprar um CDB, você está emprestando seu dinheiro para determinado banco e por isso, recebe uma remuneração ao final do investimento.

Normalmente, a rentabilidade do CDB está atrelada à Selic ou a inflação, podendo ter dois tipos:

  • CDB pré-fixado

Rende conforme a taxa básica de juros da economia (Selic). Essa taxa é anual e sendo assim, nada altera a rentabilidade ao longo dos meses.

A desvantagem de apostar nos pré-fixados é que há o risco de perder dinheiro para a inflação, como no caso da Selic começar a aumentar muito em pouco tempo.

  • CDB pós-fixado

Rende de acordo com o CDI, um indexador de mercado, que pode variar ao longo dos meses, ou seja, mudar a sua rentabilidade.

A grande vantagem de investir em pós-fixados é que raramente você terá perda de dinheiro para a inflação.

Atualmente, estamos com a taxa Selic em 5,25% ao ano e o CDI em 5,15% ao ano.

Assim, quando dizemos que um CDB está rendendo 200% do CDI, quer dizer que seu dinheiro está sendo multiplicado por 10,30% ao ano.

Mas, na prática, você sabe o que isso significa? Sabe exatamente o quanto está rendendo? Será que vale a pena? Faça os cálculos conosco abaixo!

Cálculo de quanto rende um CDB a 200% do CDI anual

A primeira coisa que precisamos destacar é que a grande maioria dos CDB’s atualmente possui um prazo entre 30 e 90 dias e o valor máximo que pode ser investido é de R$10 mil.

Sabendo disso, vamos simular seu possível rendimento:

Se você aplicar R$5 mil em um CDB que rende 200% do CDI ao ano, em um prazo de 30 dias, terá um retorno de R$41,00 ao final do mês.

Já se a aplicação for feita em 90 dias, o retorno dos seus R$5 mil será de R$142,00 ao mês.

Mas, é importante lembrar que esse investimento nesse tipo de prazo curto (até 180 dias) paga imposto, ou seja, do seu rendimento é preciso descontar uma alíquota de 22,5% do IR.

Então, vale a pena investir em um CDB atrelado ao CDI?

Se você está investindo pensando em “não gastar seu dinheiro”, a resposta é sim! Com certeza este tipo de CDB está rendendo mais do que a poupança.

Por isso, se a sua intenção é criar uma reserva de emergência, então vale a pena sim apostar nos CDB’s pós-fixados.

Contudo, se a sua intenção é “multiplicar” seu dinheiro, então, neste momento, é mais vantajoso pensar em outros investimentos pré-fixados, que acompanhem a Selic, que está em alta e tende a valorizar ainda mais nos próximos meses.