A pandemia já está em nossas vidas há mais de 15 meses e por isso, cada dia mais fica complicado manter a vida financeira na quarentena equilibrada, já que o salário tá contado e as despesas só aumentam… E sorte a de quem ainda tem alguma renda, pois milhões de brasileiros ficaram desempregados desde que tudo isso começou…

No entanto, o fato é que não é só os nossos ganhos que mudaram (para pior, diga-se de passagem), mas também o nosso custo de vida. Está tudo mais caro se compararmos os preços antes da pandemia, principalmente os gastos básicos, como as despesas com luz, alimentação e transporte. 

Além de tudo isso, temos a nossa ociosidade… Muitas pessoas estão trabalhando em Home Office e outras estão sem trabalho, passando assim mais tempo em casa. O problema de ficar mais em casa é que o desejo e a tentação em comprar aumentam, o que pode ser a verdadeira fórmula para o desastre em nossas finanças.

Por isso, mais do que nunca é preciso “pisar no freio” e reorganizar a nossa vida financeira, afinal, esse é um momento delicado e que exige uma boa administração do seu dinheiro, para não correr o risco de se endividar e aí sim complicar sua situação econômica!

4 dicas de ouro de como manter as finanças em dia na quarentena

1. Planejamento financeiro na ponta do lápis

De nada adiantará querer saber como ter uma vida financeira na quarentena abençoada se você não tem seu orçamento bem definido e principalmente se não segue um planejamento financeiro sólido e eficiente. 

Então, a primeira coisa a se fazer para melhorar suas finanças neste momento tão turbulento é organizar seus ganhos e gastos. Claro que isso é fundamental sempre e faz parte de uma boa educação financeira, mas em tempos de crise, sem controle do seu dinheiro as chances de se endividar são gigantes. 

Nesse sentido, liste todos os seus ganhos durante o mês, como:

  • Salário fixo;
  • Vale-alimentação;
  • Vale-transporte;
  • Renda Extra;
  • Investimentos;
  • Entre outros.

Na sequência, crie uma lista com todas as suas despesas mensais, subdivindo em:

  • Despesas fixas: moradia (aluguel ou financiamento), condomínio, água, luz, gás, mensalidade escolar ou de cursos que você ou seus dependentes realizem, enfim;
  • Despesas variáveis: conta de telefone, internet, academia, serviço de streaming (Netflix, por exemplo), supermercado, combustível, farmácia, padaria, cartão de crédito, lazer e compras em geral.

Tendo isso anotado você saberá exatamente qual a sua situação financeira, ou seja, se está gastando mais do que ganha ou não.

E, se por acaso o seu saldo estiver negativo, é hora de se concentrar em economizar e cortar despesas.

A dica é fazer um planejamento financeiro para o ano, para que possa controlar seus rendimentos e gastos, evitando que falte dinheiro para pagar as contas.

2. Tesoura nas despesas supérfluas

O que fazer para melhorar vida financeira? Não há segredo, mas uma dica é valiosa nesse sentido: cortar gastos!

Por isso, avalie bem as despesas listadas anteriormente e veja o que pode ser cortado do seu orçamento, para reduzir o dinheiro gasto e sobrar mais para as contas essenciais.

Bons exemplos de despesas que podem ser eliminadas do seu orçamento neste momento de quarentena são:

  • Academia;
  • Salão de beleza;
  • Procedimentos estéticos;
  • Compras de roupas e calçados;
  • Assinatura de jornais e revistas;
  • Entre outras.

Dessa forma, além de você conseguir economizar mais durante o mês, também estará garantindo a sua saúde, afinal, com as medidas de isolamento social, não é indicado frequentar a academia, por exemplo.

Mas, lembre-se de que existem despesas que por mais que você não considere “essenciais” não podem ser cortadas de seu orçamento. 

Assim, manter o plano de saúde e o seu seguro de vida é uma prioridade no momento. 

3. Descubra uma forma de fazer uma renda extra

Com a inflação nas alturas, o salário não tá dando conta de tudo e por isso, fazer uma renda extra pode ser a solução para reequilibrar a sua vida financeira durante a pandemia.

Inclusive, muitas pessoas estão com redução de salário, o que com certeza gera um impacto negativo no orçamento familiar.

Sendo assim, é hora de usar toda a sua criatividade para fazer uma graninha para complementar a sua renda mensal.

E nesse sentido vale de tudo, como dar aulas particulares, vender marmitas, fazer bolos e doces para festas, confeccionar máscaras, trabalhar como freelancer na internet, enfim.

Uma dica bem interessante para encontrar uma maneira de fazer uma renda extra é explorar a internet, que tem milhões de ideias para ajudar você a melhorar suas finanças pessoais.

4. Atenção nos benefícios oferecidos pelo governo

O governo federal está tomando diversas medidas para ajudar financeiramente os brasileiros durante a pandemia, como:

  • Adiantamento do 13º salário;
  • Auxílio Emergencial;
  • Merenda em casa;
  • Meu INSS em casa;
  • Saque do FGTS;
  • Entre outros.

Então, aproveite esses benefícios para minimizar o impacto da pandemia em sua vida financeira na quarentena.

Prontinho, agora você já tem uma noção de como lidar com o dinheiro, certo? Mas, não se esqueça de que o momento pede medidas drásticas, então, é preciso encarar essa responsabilidade, principalmente evitando as compras por impulso e economizando em casa!